segunda-feira, 24 de abril de 2017

Hoje foi um dia... difícil. Era como aqueles minutos finais que nos consomem para lá de muito. Taco a taco. Os segundos esgotavam-se, o placar equilibrado não mexe. Uma última tentativa de passar para a frente, no último segundo, a última bola é lançada e... a bola roda... e roda... e deixa todo o público na expectativa... e sai. O tempo acaba. O jogo termina... É este o meu sentimento.

Foram muitas as pessoas que durante o dia de hoje se mobilizaram para trazer a Final 4 da Liga Feminina para a cidade de Coimbra, para a Zona Centro do País. Outros tantos embarcaram na causa, porque sentiram-se parte, afinal, não precisamos de ser do mesmo clube, basta sermos do (mesmo) desporto e de Coimbra. No entanto, o Buzzer Final não entrou.

Hoje sinto um descrédito em torno da modalidade e de que a lidera. Mas amanhã é um novo dia. Sei que há pessoas boas no Desporto, há pessoas boas no Basquetebol. Tenho-me cruzado com um par delas, felizmente. Admiro-as e guardo tudo o que posso delas. O que eu acho, é que precisam de se multiplicar mais, de se fazer ouvir mais... de se unir mais e lutar ainda mais. O basquetebol, como qualquer outro desporto, é por um bem maior e é para todos. Para os futuros cidadãos, os novos, os de agora e os de sempre. Então que o seja de uma forma honesta, positiva, formadora e justa.

Hoje saio triste deste dia. Mas amanhá é um novo dia. Amanhã lá estarei, mais uma vez, no pavilhão pelas minhas atletas, pelo meu desporto de eleição, pela minha cidade e por todos os que acreditam que podemos ajudar a fazer a diferença. 

E no fim-de-semana, lá estaremos, com tambores, tachos, panelas e testos, apoiar o nosso basquetebol de Coimbra.

Obrigada a todos pelas partilhas, pela sensibilização e pela solidariedade. O desporto também é isto.

Sem comentários:

Enviar um comentário